.

.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011


FASEC INFORMA

Conforme determina o contrato firmado entre as partes, o plano de saúde FASEC/Unimed é reajustado em seus valores anualmente no mês de junho.

A negociação do percentual de reajuste tem como parâmetro e ponto de partida de discussão o índice recomendado pela Agencia Nacional de Saúde (ANS) que é órgão do governo federal que regula a relação planos de saúde/clientes.

Este ano, a ANS divulgou tardiamente o citado índice, o que prejudicou a negociação entre FASEC/Unimed no que tange à data em que o reajuste deveria ser aplicado, dia 10/06. Para evitar o constrangimento que cobranças retroativas trazem para os servidores e para o FASEC, sua Direção optou por reajustar em caráter preliminar e unilateralmente, a partir de junho, todas as modalidades do plano FASEC/Unimed, com o percentual de 6,0%.

Após a divulgação pela ANS do índice recomendado, o FASEC e a UNIMED iniciaram negociação visando definir o reajuste a ser pactuado, e em 08/2011, após três (03) reuniões, as partes concordaram em reajustar as modalidades do Plano com o percentual de 8,57%, gerando diferença de 2,57% em relação ao reajuste aplicado anteriormente pelo FASEC, ficando, portanto, bem abaixo do índice aplicado aos planos de saúde disponibilizados aos demais Servidores do MAPA. Lembrando, que essa diferença percentual será acrescentada às mensalidades a partir do mês de agosto/2011, sem efeito retroativo.

O FASEC reafirma aos seus associados à lisura com que trata estas negociações e assegura que o acordo obtido atende nossos objetivos preservando o necessário equilíbrio financeiro do Contrato.

ILHÉUS, 20 DE AGOSTO DE 2011

FASEC DIREÇÃO

quinta-feira, 25 de agosto de 2011


CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA EM HOMENAGEM AOS PAIS

“Os pais têm a missão de ensinar os filhos a orar e a descobrir sua vocação de filhos de Deus.”.

Aconteceu nessa manhã de quinta-feira, às 9h, no auditório do Centro de Extensão da Ceplac, uma missa em homenagem ao dia dos pais. A Cerimônia Eucarística foi celebrada pelo Padre Orlando – Reitor do Seminário de Ilhéus – e contou com a presença de vários funcionários da Ceplac. Houve oração especial em memória dos colegas falecidos recentemente, como: Raimundo R. Assis, Silvano da Mata Virgem, José Antonio Firmato (JAFA) e Nilson Benevides (Nilsão). Em seguida houve oração de ação de graças em prol da saúde dos colegas e familiares que momentaneamente estão enfermos, entre eles José Eduardo (Fuscão) e Décio Fialho.

A AFC - Ilhéus foi representada pelo Secretário Sandoval Souza Carvalho, que participou da Santa Missa.

Equipe de Liturgia: Paulo Cardoso; Cézar Charmite, Maria Angélica, Selma Gonzaga e Otaviano.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

EXTRA! EXTRA! O PODEROSO CHEFÃO

A trama se deu quando o time de Waldemar perdia por 5x0.  Arthur, inconformado com a situação, porque queria que seu amigo Waldemar ganhasse a partida de futebol no seu aniversário, tratou imediatamente de mudar aquele placar “absurdo”. Ele mexeu os pauzinhos daqui e dalí, para o time de Waldemar virar o jogo. Waldemar virou e ganhou de 6x5!
Nosso serviço de inteligência furou o bloqueio e, com a ação dos agentes investigativos infiltrados, revelou a face da influência de Arthur, que dessa vez agiu sozinho, sem ter a ajuda de Carlota. 
Revelaremos a seguir esse fato inédito para vocês julgarem o mérito da questão.
Para alcançar esse tento foram usadas câmeras escondidas, leitura labial, helicópteros e escutas clandestinas. Vejam o resultado.










domingo, 21 de agosto de 2011

ANIVERSARIO DE WALDEMAR AMANCIO


Nesse sábado pela manha aconteceu uma pelada Society para celebrar a passagem do aniversário de Waldemar, que foi no dia 18. O evento esportivo foi organizado pelos amigos do aniversariante e terminou com o time de Waldemar ganhando por 6x5. O Árbitro da partida foi o grande Adelson Rodela. As comemorações seguiram pela tarde, quando foi oferecido um churrasco à americana com a participação do aniversariante e amigos, que se distraíram jogando o tradicional dominó, enquanto degustavam o churrasquinho preparado por Bené Leitosa.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Mensagem para alguém que espera uma palavra de conforto...

Se a tristeza tomou conta de você no dia de hoje, silencie.
Se pessoas falaram de ti e se te julgaram, silencie.
Se a magoa te faz chorar, silencie.
Saiba que Deus tudo vê, nada escapa de seus olhos.
Pois Ele conhece o coração dos maus e bons
Nada foge de seus olhos
Não queira revidar e nem discutir
Eu sei que dói, ainda mais quando são pessoas próximas de ti.
Não julgue e que atire a primeira pedra quem nunca errou
Às vezes também falamos dos outros e também julgamos
Deus é misericordioso e nos perdôa
Então é hora de liberar o perdão
Logo o esquecimento chegará
Não pense que escrevo somente para você
Eu também preciso destas palavras para me confortar
Todos nós estamos sujeitos a julgamentos, pois também julgamos.
Eu sei como dói, mas tudo tem o seu tempo.
O meu eu sei que é calar e perdoar
O tempo se encarrega de colocar tudo no lugar

domingo, 14 de agosto de 2011

CORRENTE DE ORAÇÃO - SAUDE

Raimundo Assis - Agente de Atividade Agropecuária da Ceplac
Informamos a todos que o nosso amigo e colega associado Raimundo Assis (Grauçá) está hospitalizado, faz uma semana, com problemas de hipertensão arterial. Porém, infelizmente, no final da tarde de ontem, sua saúde piorou e ele sofreu um AVC. Raimundo encontra-se agora internado na UTI do Hospital São José. Seu estado é muito grave.
Pedimos aos colegas e amigos de Raimundo Assis que orem por ele, pedindo a Deus que restabeleça sua saúde.

Diretoria Social

FELIZ DIA DOS PAIS

Meu pai quando eu tinha...

4 anos:    
Meu pai pode fazer tudo.
5 anos:    
Meu pai sabe muitas coisas.
6 anos:    
Meu pai é mais esperto do que o seu pai.
8 anos:    
Meu pai não sabe exatamente tudo.
10 anos:    
No tempo antigo, quando o meu pai foi criado, as coisas eram muito diferentes.
12 anos:    
Ah, é claro que o papai não sabe nada sobre isso. É muito velho para se lembrar da sua infância.
14 anos:    
Não ligue para o que meu pai diz. Ele é tão antiquado! 
21 anos:
Ele? Meu Deus, ele está totalmente desatualizado!
25 anos:    
Meu pai entende um pouco disso, mas pudera! É tão velho!
30 anos:
    Talvez devessemos pedir a opinião do papai. Afinal de contas, ele tem muita experiência.
35 anos:
    Não vou fazer coisa alguma antes de falar com o papai.
40 anos:
    Eu me pergunto como o papai teria lidado com isso. Ele tem tanto bom senso, e tanta experiência!
50 anos:
    Eu daria tudo para que o papai estivesse aqui agora e eu pudesse falar com ele sobre isso. É uma pena que eu não tivesse percebido o quanto era inteligente. Teria aprendido muito com ele.
(By Ann Landers)

segunda-feira, 8 de agosto de 2011


JAFA, O IDEALISTA
(Roberto de Araujo Setubal)

Na alvorada do dia 04 de agosto de 2011, fomos surpreendidos com a notícia do falecimento do colega e amigo JAFA.
A morte de JAFA causou comoção e luto em toda comunidade ceplaqueana, principalmente no âmbito do Centro de Extensão da Ceplac - Cenex e, também, na microrregião do Baixo Sul, no eixo Camamu/Valença, onde o mesmo exerceu papel relevante e exemplar na qualidade de cidadão, bem como na vivência profissional.
A cerimônia do seu funeral foi bastante prestigiada, demonstrando de forma inequívoca, o sentimento de pesar da sociedade municipal de Camamu, comparecendo grande número de pessoas, principalmente, aquelas oriundas da parcela nativista e rural, além, de expressiva presença de colegas ceplaqueanos.
Após a solenidade religiosa, tivemos vários pronunciamentos que realçaram os atributos e o comprometimento comunitário, do cidadão e servidor público JAFA.
O cortejo saiu do Kieppe Esporte Clube em direção ao Cemitério local, acompanhado por uma multidão de amigos e admiradores, para prestar o último adeus ao saudoso JAFA. 
A vida de JAFA foi originada em Canavieiras, em 01 de junho de 1954, mas, desde meados dos anos 70 (1974), adotou Camamu como comunidade de referência do seu ciclo vital.
A opção por Camamu é o ponto central em torno do qual gira o cidadão, o pai de família, o profissional e o político. Portanto, sob variados conceitos, JAFA pode ser considerado uma personalidade genuinamente camamuense.
JAFA, cujo nome de batismo era João Antonio Firmato de Almeida, descende de família simples, típica do ambiente social da velha e praiana Canavieiras, filho de Evilásio Firmato de Almeida e de D. Maria de Lourdes S. de Almeida.
JAFA fez o curso primário e o ginasial na cidade de Canavieiras e cursou o segundo grau na EMARC de Uruçuca, onde adquiriu o diploma de Técnico Agrícola, no ano de 1973. Na busca da ampliação do conhecimento, posteriormente,  graduou-se em Biologia.  
A seguir, em 1974 ingressou nos quadros da Ceplac, onde obteve o seu primeiro e único emprego. No cargo de Técnico Agrícola, fez breve estágio nos Escritórios Locais de Valença e Ubaitaba, depois, a partir de 23 de novembro de 1974 foi lotado no Escritório Local de Camamu, fazendo parte da equipe pioneira dos trabalhos de assistência técnica ministrados pela Ceplac no espaço territorial daquele tradicional município litorâneo do sul-bahiano.
Camamu foi o grande reduto da trajetória profissional de JAFA, todavia, aconteceram algumas interrupções nesse percurso funcional, a exemplo de uma ligeira fase de retorno para Canavieiras, e, da sua recente ascensão como Assessor do Cenex. Infelizmente, houve também uma etapa malsinada na vida pública brasileira, notadamente para os servidores públicos, quando o bravo e dedicado JAFA foi atingido pelo instituto da disponibilidade aplicado no Governo Collor, ficando afastado das suas atividades de junho de 1990 até abril de 1992. Em todos esses episódios, acontecia o seu retorno para Camamu. 
No caso de JAFA, a questão da idade cronológica é irrelevante diante de uma história pontificada de fatos importantes que marcaram indelevelmente, sua conduta profissional e o seu exercício de cidadania. Portanto, mesmo tendo chegado próximo a fase sexagenária (57 anos), mantinha sempre um grande elan, o estado de espírito cheio de jovialidade.
No campo profissional, JAFA desenvolveu um trabalho diferenciado, inclusive, lhe obrigando, em vários momentos, ao enfrentamento com o “status quo” predominante. É imperativo registrar o seu sacerdócio e as suas convicções na defesa do meio ambiente e da agricultura familiar. Enfim, a sua pregação e a sua prática, buscando a todo o tempo uma mudança de paradigma na ação institucional ceplaqueana, que proporcionasse uma transição do modelo tradicional produtivista para vertente sustentável, reforçando a necessidade de harmonizar as variáveis: social, econômica e ambiental.
JAFA em seu trabalho junto aos Quilombolas
Nessa perspectiva, deixou um legado valioso, através das múltiplas ações realizadas junto às comunidades dos pequenos produtores, dos assentados da reforma agrária e populações quilombolas. O que significa dizer, executava um extensionismo rural de inclusão e respeito a natureza.
Foi também, um semeador de conhecimentos, estimulou a formação de seguidores do seu ideário, construiu o conteúdo de uma cartilha de estilo técnico/didático, versando sobre AGROECOLOGIA, escreveu artigos sobre o aludido tema, participou de inúmeros cursos, palestras, oficinas e seminários.

AFC ILHEUS COBRA RESPONSABILIDADE DA OI TELEFONIA PARA CUMPRIMENTO DO CONTRATO DE TELEFONIA CELULAR.

Ilm° Sr.

Julio César Moraes Rocha
MD Diretor de Clientes Empresariais NE da
Oi. TNL PCS S.A.

Prezado senhor,

O PLANO OI. EQUIPE FLAT oferecido pela telefônica OI e firmado entre esta e a ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA CEPLAC –ILHEUS – AFC – situada na Rod. Ilhéus – Olivença, Km 0, em vigência há 08 (oito) meses, apresenta algumas distorções que julgamos conveniente apresentá-los a esta concessionária.

No fluir desse contrato, foram detectadas diversos procedimentos decorrentes da implementação deste atual plano que descumprem o originalmente contratado. Para saná-las, nosso gestor insistentemente manteve contato mediante e-mail, telefone além de reuniões com os prepostos dessa concessionária ofertante do plano no objetivo de equacionar a situação.

Todavia, os nossos esforços junto a telefônica OI para promover as correções foram infrutíferos. As conseqüências decorrentes desta inação geraram um acúmulo desnecessário de pendências que obstacularizam o funcionamento do plano em sua plenitude ou, dizendo de outra forma, a falta dos ajustes que esta concessionária tem protelado em adotar dificulta a operacionalização quanto ao que foi contratado.

Deste modo, seria desnecessário de nossa parte elencarrmos os itens objeto deste contrato que não foram “ajustados” e, isto, por entendermos que já foram exaustivamente comunicados a esta concessionária. Todavia, buscando uma solução para que juntos continuemos a cumprir o contrato, é que destacamos os itens abaixo:

Item 1 – A não renovação das 34 linhas Oi controle que antecedentemente ficou acordado que seriam renovadas com base em valores de R$ 50,00, R$ 75,00 e, sem a cobrança da respectiva assinatura, não foi realizada, sendo, portanto, objeto de contestação por esta conveniada nos meses maio, junho, julho e agosto de 2011;

Item 2 – a não disponibilização das contas por parte da Oi de maneira que os serviços sejam descritos de forma clara e acompanhada dos respectivos valores cobrados nas diferentes modalidades de uso;

Item 3 – As emissões de faturas para cobranças com valores em desacordo ao pactuados entre estes contratantes. Por exemplo: foi acordado o valor de R$ 14,90 (quatorze e noventa) para assinatura e, R$ 19,90 (dezenove e noventa) para intragrupo.

Detalhando:

O primeiro (assinatura) foi concedido um desconto especial de 55%, deste modo, o valor original de R$ 14,90 (quatorze e noventa) ficou, após a dedução, R$ 6,70 (seis reais e setenta centavos); o segundo (intragrupo), foi aplicado um percentual de desconto de 75%, sobre o valor de R$ 19,90 (dezenove e noventa), resultando, no final na cobrança de R$ 4,97 (quatro reais e noventa e sete centavos). Referente à assinatura e intragrupo.
Entretanto, efetivamente, temos a seguinte situação:

- 708 (setecentos e oito) linhas estão cobrando 14,90 (quatorze e noventa);
-30 (trinta) cobrando R$ 19,87 (dezenove reais e oitenta e sete centavos);
-30 (trinta) cobrando o valor contratado de R$ 11,67 (onze reais e sessenta e sete centavos) relativos a assinatura e da modalidade intragrupo por ocasião da execução do contrato entre a AFC-Ilhéus e a Oi;

Item 4 – A existência de 30 linhas que não migraram para o pacote flat de 15.000,00 que estão sendo cobradas com base no contrato posterior, (R$ 24,90) portanto, já revogado pelo vigente, gerando prejuízos para os que estão utilizando estas linhas.

Item 5 – Cobranças indevidas nas contas que são contestadas mensalmente, e, as respostas por esta concessionária estão constantemente postergadas, o que deixa a falsa impressão de que conveniada AFC-Ilhéus estar inadimplente. Os efeitos disso são evidenciados na dificuldade da gestão de serviços rotineiros como, por exemplo: resgate e desbloqueio de linhas perdidas (validação de novos chips), além dos avisos que sistematicamente o usuário recebe, quando do atraso de pagamento das contas contestadas e, que, inconscientemente, atribuem à direção dessa associação. Recentemente houve corte expressivo de linhas o que gerou grande desconforto do usuário e conseqüentemente, desgaste da direção dessa associação;

Item 6 – A remessa do CD contendo as informações referentes ao detalhamento ou especificação contas por usuário (ver item 2).

Face ao exposto, reiteramos, o papel de informá-lo sobre todas essas pendências. Situação renitente e que aponta para prováveis prejuízos. Nesse sentido, convém ressaltar, que o bônus oferecido pela Oi constante no contrato em vigor, está sendo absorvido para cobrir pagamentos de faturas, sendo que, este bônus, foi negociado para liquidarmos dívida remanescente existente a AFC-Ilhéus e a Oi. Isto posto, entendemos ser conveniente desenvolvermos, conjuntamente, esforços para equacionarmos estes problemas definitivamente.

Ciente de que seremos atendidos e que os problemas serão sanados é que estamos recorrendo a vossa senhoria ao tempo em que renovamos laços comercias de confiança e estimação;


Atenciosamente

José Bezerra da Rocha
Presidente da AFC-Ilhéus



c.c.
Moisés Santos Neto
Supervisor de vendas Oi para Negócios

Eduardo Luiz Fernandes dos Santos
(Gestor administrativo do plano – AFC-Ios- Oi.)



quarta-feira, 3 de agosto de 2011

RESUMO DA FESTA


Como ilustraram os painéis de fotos anteriores, a festa foi um sucesso e todos que compareceram estão de parabéns porque fizeram parte desse acontecimento marcante da história da AFC.

As festividades desse domingo 31 de julho começou com a cerimônia de reinauguração do gramado do campo society da AFC-Ilhéus. Em seguida foi realizado o torneio “cinquentão”, onde o time da STAC foi o campeão, o time da AFC-Ilhéus vice-campeão e o time da AFC-Itabuna figurou o terceiro lugar.

O Juiz foi o peso pesado Adelson Rodela, que não teve muitos problemas para apitar os jogos da rodada. Em entrevista concedida aos jornalistas de plantão, ele falou que os atletas dos clubes dos cinquentões, representantes de suas entidades, pareciam estar jogando em câmera lenta e isto facilitou e muito sua atuação, mesmo assim não abriu mão do uso dos seus olhos de águia, ao arbitrar as faltas com a precisão de um laser, mesmo parado ao longe, bem longe do gramado e dos atletas.

Concluído o torneio de futebol society, já no salão de festas da associação, o presidente desejou boa sorte a todos e deu inicio ao bingo de homenagem solidaria ao nosso querido José Eduardo “o Fuscão”, conduzido pelo diretor de eventos Raimundo Monteiro. Também, simultaneamente, aconteceu a confraternização dos aniversariantes do mês, quando foi oferecido aos presentes um delicioso “churrasquinho de gato” com farofa de manteiga, para acompanhar aquela cervejinha gelada, enquanto acontecia o sorteio do bingo.

Todos gostaram da programação, principalmente do bingo solidário que premiou vários sortudos e contou com a presença do homenageado, seus familiares e vários amigos.

Muito emocionado, Eduardo demonstrou estar encarando bem seus infortúnios, por que Deus está com ele e seus amigos não o abandonaram.

EDUARDO RECEBENDO O CARINHO DOS SEUS IRMÃOS E AMIGOS

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

BINGO EM HOMENAGEM A JOSÉ EDUARDO


"Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade." (Cora Coralina).


Foi com uma mistura de alegria e sorrisos que aconteceu o Bingo Solidário na AFC Ilhéus, nesse dia 31/07, sob o comando de Raimundo Monteiro. Foi um domingo festivo dedicado à solidariedade, quando unidos brindamos a amizade que todos sentem por José Eduardo (Fuscão).


“Bom dia mô Jovis!” Frase marcante seguida por um longo sorriso e brincadeiras com os colegas, quebrando o gelo da manhã a caminho do trabalho. Esse é Eduardo “Fuscão”, um homem espirituoso, colega Ceplaqueano, para quem devolvemos, na medida do possível, consolação para que ele continue sua jornada sem perder a alegria que lhe é peculiar.


Agradecemos às pessoas amigas que participaram e contribuíram nesse gesto de amizade tão marcante na nossa Associação e para a vida de Eduardo e seus familiares. 


Esperamos contar novamente com os amigos e associados no apoio a Eduardo, já que esse foi o primeiro gesto paliativo aos seus problemas iminentes, e também a outros colegas que por ventura precisarem de nossa solidariedade.


José Bezerra da Rocha

Presidente

ANIVERSARIANTES DE AGOSTO

Aos colegas associados que aniversariam em agosto desejamos muitos anos de vida repletos de felicidade, prosperidade, saúde e paz. São eles:

(01) Reinito Pereira; (02) José Soares de Oliveira; (03) Ivandro José Almeida Santos; (03) Pedro Martins Sales; (04) Manoel Messias Castro ; (05) Josemir Pereira de Santana; (06) Francisco Pereira Benicio; (08) Darci Ferreira de Santana; (10) Arnaldo Rodrigues de Oliveira; (13) Cid Edson Lima Povoas; (14) Sergio Luiz Freitas Teixeira, Gilberto da Conceição Santana, (15) Maria Victoria Cosme de Araujo, (16) Rubens Soares Silva, (18) Benita Tavares Silva Brandão, Sebastião Santos Gonçalves, Waldemar Amâncio de Souza, (19) Carlos Antonio Barcelar Costa; (20) Agnaldo Gama Rodrigues, Carlos Alberto Medeiros de Santana, José Carlos Mascarenhas Silva; (21) Eduardo Luiz Fernandes dos Santos; (23) Cláudio Vitório da Silva; (24) Edson Santos Vieira, Ronaldo William Barreto Pereira; (26) Eduardo Simões de Oliveira Eduardo, Heckel Januario Figueiredo de Paiva; (27) Gilberto Correa Santos; (28) Anselmo Mendes de Souza; Antonio Eduardo Santos Cerqueira, Jorge Eduardo dos Santos Macedo, José Oliveira Rocha Filho, (30) Carlos Alberto Bessa Leite, (31) Rogério Menezes Midlej.